A Cultura na Escola Pública

A arte e a cultura serão aliadas no programa Mais Educação (projeto de escola em tempo integral criado pelo Ministério da Educação - MEC e regido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação-FNDE).  Por isso, o Superintendente de Cultura (Teófilo Lima), esteve recentemente em encontros na Secretaria de Educação (SEDUC) com professores, diretores e colaboradores.



O programa Mais Educação, inicialmente acontecerá em “escolas-piloto”. Na área cultural, a música e o teatro são prioridade para o momento. A forma como trabalhar, que estilo musical e tipo de teatro, dependerão da faixa etária e do interesse dos alunos.
  
Teófilo dá ainda um exemplo de como é possível trabalhar arte e educação ambiental: “Uma campanha educativa para que o parnaibano não jogue lixo nas ruas, essa ação já me remete ao projeto Arte Lata, que é aquele grupo de meninos que bate lata, que supostamente seria lixo, então, lixo se torna instrumento musical”. O projeto citado pelo superintendente exite há mais de 10 anos e foi semifinalista do Prêmio Itaú-Unicef de 2013.

As estatísticas do passado na educação não são animadoras, segundo o Ministro da Educação, Mendonça Filho, “Um milhão de jovens com 17 anos não estão cursando o ensino médio. O desempenho em português e matemática hoje é pior que há 20 anos...”. Mas o Secretário de Educação, Roger Jacob, está confiante e com metas ousadas, “O Mais Educação vai vir de 14 escolas para mais de 40 escolas. Estamos capacitando, com um curso intenso, todos os novos diretores que vão entrar na semana que vem”.

O Mais Educação, é um novo olhar para o ensino público, é quem sabe, a saída para a evasão escolar, a violência e outros problemas que são frequentemente relatados por professores. A escola passa a ser um ambiente de convivência na comunidade: onde pode ter uma horta, um jardim, cinema/auditório, entre outros espaços.

Comentários

Postagens mais visitadas