Inscrições abertas para o ArteSesc Confluências 2017


O projeto ArteSesc Confluências está com inscrições abertas para novos artistas, no período de 9 de janeiro a 20 de fevereiro de 2017. Podem participar do projeto artistas, curadores, críticos e estudantes de artes residentes no Piauí, Paraíba, Sergipe e Tocantins.

Para saber mais e se inscrever no projeto acesse o site www.sesc.com.br/confluencias. A lista dos selecionados será divulgada no site do projeto dia 20 de março.

O Confluências é um projeto voltado para a discussão, mapeamento e difusão das produções artísticas que acontecem em circuitos não legitimados. São oferecidas 20 vagas para cada estado destinadas a pessoas que atuam no campo das artes visuais, como artistas, críticos, mediadores, pesquisadores, gestores, estudantes, entre outros agentes culturais.

O projeto realiza encontros colaborativos entre artistas visuais com a participação de mediadores locais e visitantes – especialistas atuantes no circuito artístico nacional.
  
Este ano, na terceira edição do Confluências no Piauí, o projeto terá como mediadores a professora de Artes Visuais, Marina Medeiros (PI) e o artista visual Fernando Lindote (Florianópolis – SC).

Mediadores do Piauí

Marina Medeiros

Reside em Parnaíba-PI. Possui graduação em Educação Artística pela Universidade Federal do Piauí (2010). Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Piauí. Tem experiência na área de Artes Visuais, com ênfase em Arte/Educação em espaços formais e não-formais de ensino, realizando curadoria de exposições e coordenando educativos nos espaços de mediação cultural. Participou das exposições: Feira do Patrimônio - 14ª Semana Nacional de Museus IBRAM, 2016; Um olhar sobre Cocal, 2016; ARTTRON, 2016; Prêmio de Criação em Artes Visuais, 2016; Exposição Pic Nic, 2014. Realizou o acompanhamento e seleção do prêmio de criação em artes visuais na Fundação Cultural Monsenhor Chaves, em Teresina. 

Fernando Lindote

Artista visual, reside em Florianópolis-SC. Transita em várias linguagens: pintura, escultura, vídeo, instalação e desenho. Realizou exposições individuais: Fernando Lindote: trair Macunaíma e avacalhar o papagaio no Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR/2015); 1971 – a cisão da superfície no CCBB Rio/2012, 3D3M no Centro Universitário Mariantonia/2008, Experiências com o Corpo no Instituto Tomie Ohtake/2002, EDAX, XII Mostra da Gravura Museu da Gravura, Curitiba/200, Teatro Privado no MAM Rio de Janeiro/1999, entre outras. Recebeu o Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça FUNARTE em 2009 e 2010. Tem obras no acervo do Museu de Arte do Rio, Coleção Pirelli/MASP, MAC/USP, MAC/RS MARGS, Espaço Cultural Casa das 11 Janelas/PA, Museu de Arte de Santa Catarina, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, entre outros.

Fonte: SESC Piauí

Comentários

Postagens mais visitadas