FestBandas: Concha Acústica viu "a banda passar cantando coisas de amor"


As bandas, na verdade, pois foram dez atrações, entre grupos locais e de cidades vizinhas do Piauí e Ceará e dois grupos de coral de Parnaíba. Tudo isso aconteceu na noite passada (19), na 10ª edição do FestBandas - Encontro de Bandas de Música Instrumental, realizado pela Prefeitura Municipal de Parnaíba, por meio da Superintendência de Cultura e organizado pela Banda Municipal de Parnaíba. Estiveram presentes o Prefeito Mão Santa, acompanhado da Secretária do Desenvolvimento Social e Cidadania, Adalgisa M. Souza; Superintendente de Cultura Teófilo Lima; o Superintendente de Comunicação, Bernardo Silva; Secretário de Governo, Carlos Eduardo, Secretário de Chefia de Gabinete, Israel Correia; Diretor da EMPA, Paulo Pinto, dentre outros da gestão municipal.
O Coral Infanto Juvenil da Escola Roland Jacob foi a primeira atração da noite. Logo em seguida, o Coral da Cidade (adulto), ambos regidos pelo Maestro Beetholven Cunha.




Após os grupos de coral, foi a vez do Sexteto de Clarinetes, executando Eine Kleine e Kanon (Mozart). E do grupo Chorinho do Porto, ambos formados por integrantes da Banda Municipal de Parnaíba.





Sob a regência do maestro Fabio Mesquita, a Orquestra Sinfônica Manoel Fabiano, da cidade de Batalha-PI, subiu ao palco com um repertório bem variado, que foi do pop, com Coldplay, RHCP e Beatles a Luiz Gonzaga.




A atração seguinte foi a Banda Municipal 26 de Julho, de Luís Correia, sob regência do Mestro Joel Falcão, também transitando entre hits pops e regionais, como “Morena Tropicana”, de Alceu Valença e "Uma Brasileira” dos Paralamas do Sucesso, e "Saideira", do Skank, finalizando com tributo ao rei do pop Michael Jackson.





A Orquestra Filarmônica SOMUT, de Tianguá, Ceará, encantou todo o público presente pelo diferencial de ser composta essencialmente por crianças e jovens em situação de risco daquela cidade, cujo objetivo é buscar, através da musicalidade introduzi-los numa sociedade mais justa estimulando seus próprios talentos para que conquistem a cidadania. Maestro Ângelo Moita, regente, os conduziu na execução de clássicos como The Final Countdown, dos suecos do Europe e Hey Jude, dos garotos de Liverpool, Beatles.




A Banda Municipal de Parnaíba - Simplício Dias da Silva - anfitriã do evento, encerrou as apresentações das bandas.  Criada em 1886, sob regência do compositor e clarinetista Pedro José Braga, passou a ser considerada Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Parnaíba, em 2007. O nome, adotado em 2009, é uma homenagem a Simplício Dias da Silva que financiou a primeiro grupo musical da cidade e também sempre foi um adorador e colaborador das artes.
Regida pelo maestro Antonio Charles, a Banda Municipal de Parnaíba executou "O Fantasma da Ópera", "Dobrado Janjão", "Odeon", "Festival de Filmes", um medley, com grande sucesso de filmes, incluindo Baby Elephant Walk, de 1961, do filme Hatari! e Speak Softly Love, de 1972, de Andy Williams, tema da trilogia "O Poderoso Chefão". “Beijos e Cacos”, música de autoria do Superintendente de Cultura, Téofilo Lima, também fez parte do repertório da noite. E encerrando, um medley do grupo sueco ABBA, que fez o público dançar e pedir bis.















Terminadas as apresentações das bandas, o cantor parnaibano Vinícius Véras deu continuidade à festa, com um repertório forró-sertanejo.


Nos sentimos honrados pela oportunidade de realizar um evento dessa grandeza para os parnaibanos. A revitalização da Concha Acústica nos permitirá realizar muitos outros eventos dessa natureza naquele local, que se mostra muito apropriado para tais. Agradecemos a cada banda, cada maestro, cada músico, pelo empenho e dedicação em apresentar ao público um trabalho tão bonito. À Banda Municipal de Parnaíba, pelo planejamento e organização da logística do evento. E agradecemos a todos que aceitaram o convite e estiveram presentes conosco na Concha Acústica Dr. Ary Uchôa, nessa noite incrível.

Comentários

Postagens mais visitadas